Kaleydos

Bilhões no lixo: empresário explora mercado do desperdício e fatura milhões

Acelerada pelo Braskem Labs, companhia transforma produtos descartados em matéria-prima para diferentes indústrias

Originalmente publicado pelo StartSe

Imagine jogar bilhões de reais no lixo todos os anos. É literalmente isso o que milhares de empresas fazem a todo momento. Pensando em combater essa prática ainda muito solidificada na cultura empresarial e transformar o desperdício em faturamento, o empresário paulistano Guilherme Brammer criou uma companhia especializada na reutilização de materiais em toda a etapa do negócio: a WiseWaste.

Fundada há cerca de sete anos, ela não é mais uma startup. Dobrou de tamanho em 2016, e agora para esse ano a aquisição de uma nova planta no Paraná vai permitir que o crescimento seja de seis vezes, passando de uma empresa com cerca de 25 funcionários para 110.

A reciclagem de produtos é um mercado que existe há muitos anos, mas a empresa de Brammer atua especialmente em um campo pouco explorado no Brasil e no mundo: o reaproveitamento do material pós-consumo por meio da reciclagem de resíduos complexos.

Um dos cases mais recentes da companhia é o reaproveitamento de fraldas sujas. Coletando o produto em creches infantis, a empresa esteriliza o produto e o retorna à indústria como matéria-prima para ser aproveitada como material plástico, dando origem a diversos objetos, como cabides para roupa.

Estudo publicado em 2010 pelo Ipea mostra que os resíduos encaminhados para aterros e lixões nas cidades brasileiras carregam um benefício potencial de R$ 8 bilhões por ano com a reciclagem, sendo que o material de maior relevância nessa conta é o plástico, que traz um potencial de R$ 5,8 bilhões. “Trabalhei em grandes empresas e via muito desperdício, desde a retirada dos recursos na natureza até a fabricação e o descarte dos produtos”, explica o CEO da WiseWaste. “As perdas já eram contabilizadas no processo.”

A projeção de Brammer é chegar até 2020 com um faturamento de R$ 100 milhões, e com a perspectiva de ampliar essa participação ao longo do tempo. Atualmente, são mais de 130 clientes, incluindo grandes empresas como P&G, PepsiCo, Natura e Braskem. Essa última também ajudou a desenvolver a WiseWaste por meio do Braskem Labs, programa de aceleração para empresas que buscam soluções inovadoras por meio da química e do plástico ou de combate ao Aedes aegypti e que está com as inscrições abertas para a edição de 2017.

O trabalho da WiseWaste gera não apenas impacto econômico, mas também ambiental e social. A companhia atua em parceria com cerca de cinco mil cooperativas de catadores de lixo, que recebem treinamento e equipamentos adequados. A ideia é que essas pessoas atuem como agentes ambientais. Hoje, centenas de milhares de famílias vivem e trabalham em lixões clandestinos. “O lixo não deveria existir, é um erro de projeto inventado pelo ser humano, e a nossa empresa existe para consertar esse erro”, afirma o CEO da Wise Waste.

Preparando o crescimento

Um dos segredos para o amadurecimento da empresa foi a participação na edição de 2016 do Braskem Labs, programa criado pela gigante da indústria petroquímica para estimular o desenvolvimento de soluções que usam o plástico. “Tivemos acesso a excelentes técnicos da Braskem para acelerar o desenvolvimento do produto”, explica Brammer. Ele conta ainda que manteve contato com mentores de diferentes áreas, como em branding, setor financeiro, investidores, e como trocou experiência com outros empreendedores. “Conhecemos outras startups que passaram por desafios semelhantes, como o difícil acesso a recursos”, conta.

Foi durante esse programa que a WiseWaste acelerou um projeto para reciclar produtos como rótulos de refrigerante e embalagens de biscoitos e chocolates, que são considerados complexos por conterem diferentes tipos de materiais. Os mentores ajudaram a empresa a desenvolver resinas plásticas usadas para fabricar produtos na indústria de cosméticos, como tampas de shampoo. O programa agora está em fase de escalabilidade, sendo que a própria Braskem se tornou um cliente.

As inscrições para a edição de 2017 do Braskem Labs estão abertas até 14/5. Clique aqui para se inscrever.


Sobre a Kaleydos

Kaleydos é uma plataforma de investimento e desenvolvimento de soluções e negócios alinhados aos Objetivos do Desenvolvimento Sustentável (ODS). Apoiamos negócios inovadores em estágio inicial de maneira personalizada mesclando mentoria, capital semente e co-gestão. Somos uma iniciativa do Instituto Jatobás. Clique aqui para saber mais sobre nós.

Assine a nossa newsletter mensal.

Faça um comentário