Kaleydos

Com a Educare e o Hackademia, ele mostra que educação, tecnologia e negócios podem andar juntos

Engenheiro, Marcio Boruchowski, 45, trabalha em uma missão tão óbvia quanto necessária: ele quer unir da melhor maneira educação e tecnologia — transformando isso, também, em oportunidade de negócio. Na mesma lógica das fintechs (termo que designa as startups que agregam tecnologia a serviços financeiros), as edtechs já são bastante difundidas no exterior. Em 2014, Marcio fundou o Hackademia e, pouco depois, a Educare. E, aos poucos, abrem território por aqui também.  Ao todo, investiu nas duas plataformas 750 mil reais. A Hackademia é quase uma metalinguagem, pois se trata de um espaço digital que visa discutir o uso de tecnologias no aprendizado por meio de simpósios online. Nesses quatro anos, já produziu mais de 150 conteúdos diferentes, entre transmissões de palestras e vídeos com especialistas e empreendedores da área.

(…)

A Educare, por sua vez, é uma plataforma que conecta estudantes dos ensinos fundamental e médio a professores particulares. Presente em 600 municípios do país, já intermediou 480 mil minutos de aulas para 21 mil alunos. Marcio acredita que a tecnologia é capaz de gerar uma experiência semelhante à de uma aula individual (…)

Continue lendo no Projeto Draft.

Redação Kaleydos

Use nosso conteúdo:
Todo o conteúdo deste site está publicado sob Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional, exceto quando especificado em contrário ou nos conteúdos replicados de terceiros.
Caso use nosso conteúdo, avise-nos para receber nossa gratidão! Entre em contato.

Faça um comentário

Assine nossa newsletter

Preencha os campos abaixo para receber nossa newsletter mensal.
E-mail  *
Nome 
Sobrenome 
Organização 
Cargo 
*Campo obrigatório