Kaleydos

Conheça 50 fundos para financiamento de projetos e negócios para o clima

Guia da CNI apresenta fontes de captação de recursos a empreendedores com soluções em economia de baixo carbono

Sua startup desenvolve soluções para a mudança climática e para a economia de baixo carbono? Então você precisa conhecer o Financiamento para a o clima: um guia para a indústria, lançado pela Confederação Nacional da Indústria (CNI). O documento apresenta 50 fundos nacionais e internacionais para ajudar na sua captação de recursos.

Segundo a CNI:

Nos últimos quatro anos, projetos para redução de emissões de gases de efeito estufa e adaptação às mudanças climáticas receberam investimentos da ordem de US$ 400 bilhões em todo o mundo, conforme a Climate Policy Initiative. A Ásia foi o continente que mais usufruiu desses recursos, com captação de 39% do valor. A América Latina captou apenas 7% desses investimentos.

De acordo com análise feita pela Confederação Nacional da Indústria (CNI), 68% desses recursos foram destinados a projetos de energias renováveis; seguido de transportes sustentáveis, com 17% do volume de investimentos; e de eficiência energética, com 6% desse valor.

Na opinião da diretora de Relações Institucionais da CNI, Mônica Messenberg, a América Latina e o Brasil têm condições de ampliar a captação desses recursos. Para isso, é preciso que a indústria conheça melhor o acesso aos fundos internacionais.

Clique aqui para acessar o guia

A Kaleydos é uma plataforma de investimento e desenvolvimento de soluções e negócios, em estágio inicial, alinhados aos Objetivos do Desenvolvimento Sustentável (ODS). Se o seu negócio propõe soluções para as mudanças climáticas, ou outro ODS, apresente-o para a gente!


Sobre a Kaleydos

Kaleydos é uma plataforma de investimento e desenvolvimento de soluções e negócios alinhados aos Objetivos do Desenvolvimento Sustentável (ODS). Apoiamos negócios inovadores em estágio inicial de maneira personalizada mesclando mentoria, capital semente e co-gestão. Somos uma iniciativa do Instituto Jatobás. Clique aqui para saber mais sobre nós.

Assine a nossa newsletter mensal.

2 comentários