Kaleydos
como empreender

Seja um investidor

Como investir no mercado de impacto e apoiar inovações para um mundo melhor

Várias organizações podem lhe auxiliar a decidir como investir no mercado de impacto.

Conheça a Anjos do Brasil e seja um investidor anjo

Acesse o site da Anjos do Brasil, uma organização sem fins lucrativos que fomenta o investimento anjo e o apoio ao empreendedorismo de inovação brasileiro.

Unindo-se à sua rede, você poderá conversar com outros investidores anjo e trocar ideias e experiências e terá acesso a projetos pré-qualificados, entre outras vantagens.

Conheça incubadoras e aceleradoras de impacto

Clique aqui para conhecer as incubadoras e aceleradoras que atuam em negócios de impacto. Mergulhe no setor: pesquise os projetos que elas apoiam, cadastre-se em seus sites, participe dos seus eventos e rodadas de apresentação de projetos.

Pipe Social – conectando investidores a empreendedores

Pipe Social é uma vitrine que conecta negócios com quem investe e fomenta o ecossistema de impacto no Brasil. Nela, empreendedores de impacto cadastram seus negócios para serem vistos por investidores, aceleradoras, marcas, fundações, governos, mentores, anjos, mídias e potenciais parceiros.

Vale a pena conhecer também a Broota, uma plataforma de investimento coletivo. Alguns dos projetos divulgados em sua vitrine são negócios de impacto.

Orientações importantes

Não invista sem se envolver e conhecer muito bem o negócio e seus empreendedores. Envolva-se na gestão, na medida adequada ao seu tempo e à expectativa do empreendedor.

Leia as publicações do setor, entenda os diferentes estágios de um projeto e os riscos inerentes.

Investindo em um projeto da sua escolha

Você pode investir diretamente em um projeto com o qual tenha afinidade, por meio quatro modalidades de estruturação de investimento.

Participação de capital

Em troca do investimento, o investidor recebe uma participação societária e minoritária. Esta opção tem sido cada vez menos usada no momento do investimento, devido ao risco de absorver eventuais passivos ,caso o negócio não dê certo.

Contrato de mútuo (dívida conversível)

O investidor transfere capital ou bens ao empreendedor, podendo optar em cobrá-los de volta numa data e em condições previamente definidas, ou convertê-los em participação societária

Contrato de opção

Estabelece-se um contrato a prazo, pelo qual o investidor adquire o direito de comprar (opção de compra ou call option) ou de vender (opção de venda ou pull option), em um determinado período de tempo, um ativo por um preço estabelecido no momento da celebração do contrato.

Participação em receita ou resultado

Nessa modalidade, o investidor não se torna sócio do negócio, mas estabelece a participação nas suas receitas ou resultados apurados, durante um período e em condições a definir com o empreendedor.

Investindo por fundos de investimento

Ao investir em por meio de fundos, o investidor não o faz em um projeto da sua escolha, mas em um portfólio de negócios. Atualmente, há dois fundos especializados em negócios de impacto: a Mov Investimentos e a Vox Capital.

Fundos de investimento são mecanismos que reúnem capital de diversas pessoas físicas ou jurídicas – denominadas cotistas – para fazer um investimento em comum. Os cotistas aceitam uma série de regras do fundo (aplicação, resgate etc.) e pagam uma taxa de administração, para que um gestor profissional cuide dos recursos investidos. Dessa maneira, podem facilmente gerir e diversificar  seus investimentos, com diferentes graus de rentabilidade e risco, sem precisar aplicar uma grande soma em cada um.

Os fundos não possuem personalidade jurídica e são constituídos de forma similar a um condomínio, em que são divididas as receitas e despesas necessárias para o empreendimento. Os seus gestores lidam com os aspectos jurídicos e legais do negócio, visando o maior lucro possível com o menor risco.

Vantagens

  • Governança: os fundos possuem um gestor que analisa e se envolve na evolução de cada projeto;
  • Blindagem: infelizmente no Brasil o investidor não está suportado pela legislação, se expondo a riscos quando investe num projeto que, por exemplo, acaba assumindo passivos. A adquirir cotas de um fundo, passa a ficar blindado. Os contratos de mútuo conversível ou opção também lhe dão segurança, mas, blindagem 100% só via fundo mesmo;
  • Vantagem tributária: evita a tributação sobre pessoa física que haveria no recebimento de dividendos como sócio.

Desvantagens

  • Taxa de administração do fundo;
  • Não escolhe o projeto de sua preferência, investe no portfólio do fundo.

Assine nossa newsletter

Preencha os campos abaixo para receber nossa newsletter mensal.
E-mail  *
Nome 
Sobrenome 
Organização 
Cargo 
*Campo obrigatório

Siga-nos

Acompanhe o Kaleydos nas mídias sociais e fique sempre por dentro das nossas novidades.