Kaleydos

Quando se trata de Pitch, é melhor acabar com algumas ilusões de cara

Da Anjos do Brasil

Durante a jornada da startup, é muito provável que o empreendedor vá se encontrar perante a tarefa de captar dinheiro para ajudar seu negócio a deslanchar.

Muitas vezes, o investimento anjo será um dos primeiros aportes que o empreendedor irá receber. Para ir atrás do anjo é melhor que o negócio já seja mais do que uma ideia no papel e já tenha um pé na sua concretização.

No entanto, imaginar que, ao encontrar um investidor anjo pela primeira vez, o empreendedor terá uma longa conversa onde irá explicar detalhadamente seu plano de negócio é uma mera ilusão.

É crucial que o empreendedor elabore seu Pitch, porque provavelmente, não contará com mais de 3 minutos para explicar a razão pela qual está investindo seus recursos nessa empresa, o mercado em que ela será incluída, a solução que está trazendo, seu diferencial para com os concorrentes, a equipe que precisa para colocar seu plano em ação e, finalmente, quanto dinheiro precisa e por que.

E o Pitch, nada mais é do que o empreendedor comunicar todos esses elementos de forma clara e sucinta.

Apresentar seu Pitch para uma rede de investidores anjo é importante, principalmente, por entrar no radar de pessoas físicas dispostas a colocar parte de seu dinheiro num empreendimento em ascensão. Não só isso, mas o investidor também vai dedicar parte de seu tempo para ajudar a startup investida, podendo contribuir com sua experiência no mercado e contatos que podem vir a ser úteis.Na Anjos do Brasil, por exemplo, é possível enviar projetos durante o ano todo. Eles serão avaliados por uma equipe interna e, uma vez que o projeto seja aprovado, ele ficará disponível numa plataforma online por até três meses, para que os investidores entrem em contato com os empreendedores que tiverem interesse. Além do mais, a Anjos estimula esse contato e apoia a conexão.

Os empreendedores, também, podem ser convidados a eventos onde terão a oportunidade de apresentar um Pitch para investidores e, eventualmente, criar uma relação com alguns.

Por isso, não se esqueça de treinar bastante para ter um Pitch objetivo e saber dizê-lo de cor! E uma dica: caso tenha a chance de apresentar o Pitch juntamente com um material gráfico, não prepare mais de 12 slides, independente se você tiver 3, 5 ou mesmo 7 minutos para falar.

Para ler mais dicas sobre a elaboração do Pitch, clique aqui.


Foto: MyTudut on Visualhunt.com / CC BY-NC-SA

Redação Kaleydos

Assine nossa newsletter

Preencha os campos abaixo para receber nossa newsletter mensal.
E-mail *
Nome
Sobrenome
Organização
Cargo
*Campo obrigatório

Faça um comentário