Kaleydos

Como trabalhar o relacionamento com investidores

Broota orienta empreendedores sobre como se relacionar com os investidores de suas empresas

Originalmente publicado pelo Broota

Depois de uma captação bem sucedida, é do interesse de toda startup manter um bom relacionamento com seus investidores. Como fundador da empresa, é seu papel nutrir um relacionamento de longo prazo com seus investidores, buscando sempre conhecê-los a fim de maximizar o valor que eles podem oferecer a seu negócio.

Tipos de Investidores

Uma mesma rodada de captação pode agregar à empresa os mais variados tipos de investidores, desde entusiastas da ideia até investidores institucionais. Os perfis mais comuns de investidores anjos são:

  • Amigos e Família: Estes investidores não têm experiência em investimento anjo e tampouco conhecem o mercado da empresa — investem como sinalização de apoio aos empreendedores. Os investidores de sua rede de contatos são bons evangelistas e embaixadores da empresa, e agregam ao divulgar seu negócio para terceiros.
  • Entusiastas: São aqueles que já consomem seu produto/serviço ou que têm o perfil de seus consumidores. Por se identificarem com o negócio, conhecem bem o produto e mercado. Além de contribuir como evangelistas, podem compartilhar valiosos feedbacks.
  • Investidores tradicionais: Investidores que buscam diversificar o portfólio de ativos através de investimento anjo. Têm geralmente como principal objetivo o retorno financeiro.
  • Investidores anjo: Investidores experientes em capital de risco, investem em uma série de startups e, por conta da expertise, são investidores bastante estratégicos, que podem ajudar os empreendedores através de introduções, conexões e mentorias.
  • Fundos de investimento semente: Os fundos de investimento semente, além de aportarem um ticket de investimento volumoso, podem oferecer à empresa valiosos conselhos e até, eventualmente, abrir portas para uma futura rodada de captação Série A.

Assim que finalizar sua rodada de captação, faça um trabalho de classificação de perfil dos investidores, a fim de conhecê-los melhor. Busque saber quais são os objetivos destes investidores — retorno financeiro? impacto social? — e como eles podem agregar ao negócio.

Reportando aos Investidores

As empresas que captam recursos via Broota têm a obrigação de reportar pelo menos uma vez a cada quadrimestre para seus investidores. A prática recomendada é, porém, que os atualizem a cada mês — principalmente no ínicio, quando ainda estão construindo um relacionamento.

O Relatório para os investidores deve conter os avanços das principais métricas da empresa, uma rápida análise do mercado e as conquistas e desafios superados no último mês. Aproveite o contato para solicitar ajuda aos investidores — desde conselhos até feedbacks e introduções estratégicas.

Métricas

Algumas das métricas importantes para reportar a investidores são:

  • Número de clientes/usuários
  • LTV: A sigla LTV significa Lifetime Value e tem por objetivo mostrar o quanto uma startup espera ganhar com um cliente durante o tempo em que ele está ativo na base. Com isso, é possível dar aos investidores uma amostra do potencial de faturamento da empresa com base no número de clientes que ela pretende conquistar
  • CAC: Custo de Aquisição de Cliente (CAC) ajuda a mostrar aos investidores o quanto sua startup precisa gastar para transformar um prospect em cliente
  • Ativação: Taxa de conversão dos usuários que passam por um período de experiência com o produto ou serviço oferecido pela startup de forma gratuita

Portal de Relacionamento com Investidores

Você pode enviar relatórios, atualizações e solicitações para os investidores diretamente pelo portal de RI no Broota. Basta acessar o perfil da empresa e clicar em “Relacionamento com Investidores”.


Sobre a Kaleydos

Kaleydos é uma plataforma de investimento e desenvolvimento de soluções e negócios alinhados aos Objetivos do Desenvolvimento Sustentável (ODS). Apoiamos negócios inovadores em estágio inicial de maneira personalizada mesclando mentoria, capital semente e co-gestão. Somos uma iniciativa do Instituto Jatobás. Clique aqui para saber mais sobre nós.

Assine a nossa newsletter mensal.

Faça um comentário